• Araraquara.com - O maior e melhor portal de informações e serviços da cidade e região

Comentário(s) - 0

Passou o carro

Atletas de Araraquara brilham no Predador Fight, em Rio Preto, com duas vitórias arrasadoras

12/03/2013 - 08:42

Felipe Santilho - Felipe Santilho

Alterar o tamanho da letra A+A-

Araraquarense Lívia Renata comemora vitória sobre a argentina Cintia Candela, em Rio Preto (Foto: Divulgação)
Araraquarense Lívia Renata comemora vitória sobre a argentina Cintia Candela, em Rio Preto (Foto: Divulgação)

Os dois representantes do Centro de Treinamento Vinícius Máximo fizeram a lição de casa e trouxeram o troféu do Predador Fight para Araraquara, sábado à noite, no Ginásio do Palestra, em São José do Rio Preto. A competição reúne os principais lutadores do País.

Vinícius Máximo, de 27 anos, que abriu o evento, conquistou o nocaute técnico sobre Rodrigo ‘Doido’, da equipe Sport Team, de Santa Fé do Sul.

“Foi o esperado, já que a gente sempre espera a vitória. Essa é sempre a nossa meta. Entrei, fiz a trocação de pé e esperei o melhor momento para trabalhar meu jogo de chão. Coloquei para baixo, montei e desferi os golpes até o juiz parar a luta”, relembra o lutador, que é especialista em jiu-jítsu.

FOTOS: Clique aqui e veja mais fotos do Predador Fight

Vinícius passa por cima do adversário no primeiro nocaute da noite (Foto: Divulgação)
Vinícius passa por cima do adversário no primeiro nocaute da noite (Foto: Divulgação)

No primeiro combate feminino da história do Predador, a araraquarense Lívia Renata de Souza, 24, atropelou a argentina Cintia Candela também no primeiro round.

A jovem atleta mantém o discurso da confiança, semelhante ao do seu técnico, Vinícius Máximo, após a vitória que levantou o público no ginásio.

“Era uma vitória que a gente já esperava. A estratégia já estava traçada e consegui realizar na luta. Aproveitei os primeiros momentos para ver as características dela e notei que ela boxeava bastante e andava para trás para evitar as quedas. Consegui encurtar a distância, coloquei para baixo e consegui vencer no jiu-jítsu”, contra a araraquarense, que finalizou o combate com um armlock.

Rodrigo perde

Convidado para lutar a menos de dez dias do combate, o lutador de Araraquara, Rodrigo Pereira, 23, não conseguiu vencer no Predador. Ele acabou nocauteado pelo experiente e ex-TUF Brasil, Charles Maicon, 34, no primeiro round. 

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Google
  • Yahoo
  • Windows
  • Digg