• Araraquara.com - O maior e melhor portal de informações e serviços da cidade e região

Comentário(s) - 0

Tráfego na Dutra é interrompido por manifestantes

Protestos SP Vale do Paraíba

20/06/2013 - 21:30

Agencia Estado

Alterar o tamanho da letra A+A-

O tráfego da Rodovia Presidente Dutra foi interrompido em São José dos Campos, no interior paulista, nesta quinta-feira de protestos em todo o Vale do Paraíba e no País. Cerca de 20 mil pessoas que se concentraram a partir das 16h30, na Praça Afonso Pena, na região central, participaram da manifestação. Elas seguiram por diversas avenidas até chegar às marginais da rodovia, no km 161, paralisando o trânsito no sentido Rio-São Paulo.

Às 19h45, o protesto ainda continuava e o congestionamento já alcançava mais de 10 quilômetros nos dois sentidos. A prefeitura anunciou nesta quinta-feira a redução da tarifa de R$ 3,20 para R$ 3. Em Taubaté, ao contrário, a manifestação que contou com mais de 15 mil pessoas, segundo cálculo dos organizadores e 10 mil, de acordo com a polícia militar, não registrou, até às 19h50 nenhum ato de vandalismo. O comércio fechou as portas mais cedo e a Câmara local encerrou o expediente às 12h.

Alguns manifestantes, ao final do ato, na praça Dom Epaminondas, no centro da cidade, também ameaçavam paralisar a via Dutra, com a desaprovação dos organizadores. "Nós estamos evitando deixar vazar a notícia de que houve invasão em São José dos Campos para evitar que isso se repita aqui, mas algumas pessoas querem que isso aconteça", disse o estudante Gabriel Dolabella, 17 anos, da organização ato. Um pequeno grupo, no entanto, se dirigiu à estrada e também interrompeu o tráfego.

Dentre os manifestantes, a maior parte era de jovens como a estudante de ensino médio. Ana Caroline Santos, 17 anos, disse ser necessário protestar. "Contra a PEC 37, por melhores condições na saúde e na educação", disse. Um homem de aproximadamente 50 anos, que não quis se identificar, protestava contra a reeleição. "É preciso acabar com isso. Política não é emprego", disse.

Segundo o capitão da Polícia Militar Marco Antonio de Oliveira, houve uma reunião com os organizadores do ato e os policias estavam orientados a intervir apenas em situações de extrema gravidade. As principais reivindicações do movimento são o passe livre para os estudantes, redução da tarifa - R$ 2,80, em Taubaté -, redução dos gastos da Câmara e do governo municipal e melhoria de qualidade dos transportes.

Outras cidades da região também realizaram manifestações. Em Jacareí, onde a tarifa foi reduzida de R$ 3,15 para R$ 3, os manifestantes atearam fogo em pneus na rodovia Geraldo Scavone, interrompendo o tráfego. Em Caraguatatuba, no litoral norte, a manifestação ocorreu na avenida da Praia e nas ruas do centro da cidade, reunindo mais de 20 mil pessoas.

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Google
  • Yahoo
  • Windows
  • Digg