• Araraquara.com - O maior e melhor portal de informações e serviços da cidade e região

Comentário(s) - 9

Pedágio da Coxinha vai a R$ 1,50 e tarifa mínima da Área Azul, a R$ 1

Novos valores entram em vigor a partir de 1º de março; para o pedágio, mais novidades, pois motocicletas também pagarão

09/02/2013 - 23:11

Gabriela Martins - Gabriela Martins

Alterar o tamanho da letra A+A-

Seguir até Matão ou estacionar no Centro de Araraquara ficará mais caro a partir do dia 1° de março, de acordo com decreto da Prefeitura publicado nos Atos Oficiais, ontem, na Tribuna Impressa. Isso porque haverá o reajuste das tarifas de ambos os serviços.

O pedágio localizado na vicinal Graciano da Ressurreição Affonso (ARA-080), que liga Araraquara a Matão, conhecido como o Pedágio da Coxinha, irá aumentar de R$ 1 para R$ 1,50, sendo fixado o mesmo preço para cada eixo de caminhões, carretas e reboques.

Moisés Schini
Seis mil veículos passam, em média, pela vicinal de Bueno

Além disso, as motocicletas, que até então não pagavam pedágio, passarão a pagar meia tarifa, equivalente a R$ 0,75. O decreto diz que foram realizadas melhorias substanciais na estrada, como recapeamento, baias e rotatórias, por exemplo.

Em entrevista anterior à Tribuna Impressa, o prefeito Marcelo Barbieri (PMDB) lembrou que a tarifa de R$ 1 era cobrada desde 2007, quando o pedágio foi criado. “Nesse período, tivemos mais de 40% de inflação.”


João Henrique Simão, 23 anos, mora em Matão e faz faculdade em Araraquara. Ele acredita que o aumento irá prejudicar principalmente quem passa todos os dias pelo local.“O aumento atrapalha muito, pois para quem precisa ir e voltar todos os dias irá gastar R$ 30 a mais todo mês. Não tivemos uma grande melhoria na rodovia que justifique esse valor, sem falar que o salário de ninguém aumentou 50%”, conclui.

Estacionamento rotativo também sofre sua 1ª alta

Além do pedágio municipal, o estacionamento da Área Azul também terá seu preço reajustado em março. O valor da meia hora, que hoje é de R$ 0,70, passará a custar R$ 1. A Área Azul foi implantada há sete anos e, desde então, manteve o preço. No total, são 1,2 mil vagas.

Há também 62 pontos para idosos e 37 para deficientes. “Prefiro pagar estacionamento. Só paro na Área Azul se tiverem todos cheios, pois não concordo com uma cobrança tão alta para deixar o carro na rua, sem ninguém para se responsabilizar”, diz o analista Júlio Cesar Jeronymo, 23 anos.
 

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Google
  • Yahoo
  • Windows
  • Digg