Professores de Emef reclamam das más condições de trabalho

Docentes e funcionários de escola no Jardim Cruzeiro do Sul usarão roupa preta durante toda a semana


/

Professores da Emef ‘Waldemar Saffiotti’, no Cruzeiro do Sul, vestem roupa preta em protesto às más condições de trabalho (Foto: Kris Tavares)
Professores da Emef ‘Waldemar Saffiotti’, no Cruzeiro do Sul, vestem roupa preta em protesto às más condições de trabalho (Foto: Kris Tavares)

Professores e funcionários da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) “Waldemar Saffiotti”, localizada no Jardim Cruzeiro do Sul, iniciaram ontem um protesto pacífico contra as más condições de trabalho.

Usando roupa preta durante a semana — uma espécie de ‘luto pelo falecimento da educação’, segundo comentou um professor que não quis identificar-se — eles reclamam da falta de profissionais na área de segurança, professores, agentes educacionais e, sobretudo, na limpeza, que antes contava com 15 pessoas e, hoje, restam apenas três.

Um dos professores apontou também falta de condições de higiene na quadra e na caixa d’água. “As pombas encontraram um jeito de alojar-se na cobertura da quadra, onde defecam; sem a limpeza adequada, forma-se um lugar insalubre. Além disso, desde que trabalho aqui — há mais de cinco anos — nunca vi alguém fazendo a manutenção na caixa d’água, apenas hoje isto ocorreu”, contou.

Aulas canceladas

Com a demissão de todos os seguranças, a escola não pode mais funcionar depois das 20h, portanto, as aulas de alfabetização de jovens e adultos e as de projetos culturais foram canceladas.

Ontem, a direção da escola reuniu-se com pais de alunos para tratar de um outro problema que afeta a unidade de ensino: a falta de água. 

Protesto foi parar nas redes sociais

Uma página do Facebook publicou o protesto; já houve mais 92 compartilhamentos na postagem e mais de 95 comentários. Um dos deles diz o seguinte: “(...) meu irmão estuda aqui nessa escola (...) o maior problema é a falta de segurança na entrada e na saída (...) houve uma briga na porta da escola com crianças, e eles sequer saíram para separar, ou tentar resolver o problema, tudo bem que não é dentro da escola, mas são alunos deles e foi na porta”.

Secretaria instalará câmeras

O secretário municipal da Administração, Luiz Zaccarelli, informa que, em relação à segurança, optou pela instalação de alarmes, câmeras de monitoramento e ronda escolar, apoiada pela Guarda Municipal. Todas as escolas terão o sistema, porém não há previsão para a instalação dos equipamentos.

Em relação aos profissionais da limpeza, Zaccarelli afirmou que o contrato com a empresa Gocil oferece 166 funcionários para atuar nas escolas. Sobre a quadra, a Secretaria de Educação informou que soube ontem do problema e que irá repará-lo em breve.

Quanto à falta de professores e agentes educacionais, a Educação garante que todos os dias, nos atos oficiais, esses profissionais são chamados. A Prefeitura desmente ainda a falta de manutenção na caixa d’água e cancelamento das aulas depois das 20h.


PUBLICIDADE

Comentário(s) - 12

Comentário

gcm

Publicado: 20/03/2013

EM RESPOSTA AO SR. THIAGO NO COMEÇO DOS COMENTARIOS ACIMA CONCORDO QUE TEM QUE TER GCM NAS ENTRADAS E SAIDAS DE ALUNOS NAS ESCOLAS PARA A SEGURANÇA DOS MESMOS E FAMILIARES,MAS VOU FRIZAR PRO SENHOR A GCM NÃO MULTA A ANOS O NEGOCIO DAS MULTAS E COM OS AGENTES DE TRANSITO AGORA,NÃO TEM NADA A VER COM A GCM ESTA CLARO.

Comentário

Thiago

Publicado: 20/03/2013

A questão da segurança na entrada e na saída da escola, eu penso da seguinte forma, eu acho que essa guarda municipal só pensa em ficar multando, porque eles não dão um intervalo de cinco minutos nessa fabrica de multas para ficarem nas entradas e saídas das escolas. Em todas escolas...

Comentário

Professor

Publicado: 20/03/2013

Professor, realmente exite muita limitação da equipe gestora da escola que DEPENDE de VONTADE POLÍTICA, para resolver os problemas. VÊ-se que educação não é prioridade desse DESGOVERNO. Encaminhei solicitações aos Ministérios Públicos do trabalho e do Estado de São Paulo para que tomem providências. TODOS deveriam fazer o mesmo em anonimato o que é permitido pelo Ministério Público do Trabalho. Michele: Realmente eles chamaram alguns professores mas e agentes educacionais mas não são todos os dia e hoje é dia 20 o problema não foi resolvido. O Araraquara.com deveria fazer uma matéria sobre o assunto e procurar a Educação e o secretário que deu a declaração. Fernanda eu te entendo a medida mais séria é ensinar a comunidade a se mobilizar a DITADURA acabou eles precisam aprender a protestar ir ao Ministério Público, pressionar a câmara de vereadores e a prefeitura em especial o prefeito para as coisas mudarem. Fernando, realmente foi estranho ninguém mais divulgar a matéria e os problemas que continuam a aumentar no DESGOVERNO Barbiere que continua a desrespeitar os servidores da Educação, Saúde, bem como de todas as outras pastas da prefeitura. Parabéns ao Araraquara.com, POR FAVOR, verifiquem se os 80 professores já foram contratados e a situação das escolas públicas municipais de Araraquara. Da para fazer uma série de matérias só com os problemas da Educação e depois da Saúde por exemplo.

Comentário

Karina

Publicado: 20/03/2013

"O secretário municipal da Administração, Luiz Zaccarelli, informa que, em relação à segurança, optou pela instalação de alarmes, câmeras de monitoramento e ronda escolar, apoiada pela Guarda Municipal.Todas as escolas terão o sistema, porém não há previsão para a instalação dos equipamentos."...é uma piada!!! ainda não há previsão mas ja tiraram os seguranças?! só a intenção ja vale para a segurança das escolas?!

Comentário

Fernando

Publicado: 20/03/2013

Tenho que parabenizar o Araraquara.com, pela divulgação desse fato, desse protesto dos professores, mto válido, por sinal, pois através de vcs, eu fiquei sabendo disso. É um fato que merece sim ser divulgado, mas, como eu acompanho as noticias em vários lugares, achei " estranho" só vcs terem divulgado isso. Pq será q só esse site divulgou essa matéria? Em todo caso, parabéns ao Araraquara.com. Continuem assim.

Comentário

fernanda

Publicado: 19/03/2013

ha muito tempo essa scola enfrenta problema de falta de funcionário, de falta de professor, e de condições de trabalho, é um verdadeiro descaso dos orgãos públicos e tbm da equipe gestora, pois não é so mandar oficios e se calar em prol de um salário, as vezes é preciso tomar medidas mais seria...o que foi feito dos alunos que ficaram sem aulka de matematica o ano passado todo? porque ninguem investiga...ah, professor de educação fisica repos...ahahahaha e os pais acreditaram, né.

Comentário

Michele

Publicado: 19/03/2013

Também acompanhei o Sr Secretário dizer das contratações até dia 15, porém até a pre sente data, ABSOLUTAMENTE NENHUM PROFESSOR FOI CONVOCADO.

Comentário

Professor

Publicado: 19/03/2013

Não coloquem a responsabilidade na direção. Vejo os ofícios encaminhados, ela administra a escola e não a educação, ela tbem depende da supervisão, do secretario, e do prefeito. Qto as aulas de alfabetização, existe uma escola de jovens e adultos. Um prédio bonito e para este fim, pq levam os alunos pra lá. Por favor dêem a César o que é de César!!!!

Comentário

Genésio

Publicado: 19/03/2013

Precisa contratar agente de fiscalização de transito para fiscalizar o transito.

Comentário

José Carlos

Publicado: 19/03/2013

"Quanto à falta de professores e agentes educacionais, a Educação garante que todos os dias, nos atos oficiais, esses profissionais são chamados. A Prefeitura desmente ainda a falta de manutenção na caixa d’água e cancelamento das aulas depois das 20h." Será?! verifiquem os classificados do Tribuna, não tem "TODOS OS DIAS" convocação dos profissionais citados. No mais vejam o que a prefeitura disse dia 08/03. "Segundo o secretário, 80 professores já foram convocados e o problema será resolvido em breve. “A expectativa é que na sexta-feira (hoje) coloquemos alguns professores nas escolas. E até 15 de março nós contrataremos 80 profissionais”, informou." Cada hora a conversa muda mas o problema não é resolvido. Tem vários concursos que estão validos e os profissionais poderiam ser convocados para preencher os cargos, só resta uma porque não são?

Comentário

Sergio Araujo de Andrade

Publicado: 19/03/2013

A prefeitura deveria ter um esquadrão de vigilantes para verificar o funcionamento de suas unidades.Limpeza,manutenção de prédios e reservatórios de água.Mas quero crer que essa falta de manutenção é também falha da direção da escola.Ou a diretora leva os problemas e a secretaria não atende.E louvável a manifestação pacifica dos servidores.

Comentário

Professor

Publicado: 19/03/2013

Realmente não tem problema nenhuma está tudo mil maravilhas, talvez na Coréia do Sul. Enquanto os gestores da educação de Araraquara não assumirem suas responsabilidades não tem jeito. Quanto a nota da Educação vcs não tinham publicado aqui no Tribuna dia 08 de Março "“A expectativa é que na sexta-feira (hoje) coloquemos alguns professores nas escolas. E até 15 de março nós contrataremos 80 profissionais”, informou." Percorram as escolas e descubram a verdade. Esse pessoal acha que o povo é palhaço, não tem outra explicação. No mais o Ministério Público do Trabalho deveria acompanhar as péssimas condições de trabalho dos servidores de Araraquara. Tem algumas gestoras que acham que assédio moral não é crime na rede. ATENÇÃO MPT, Atenção TRIBUNA.


 


Saiba mais