• Araraquara.com - O maior e melhor portal de informações e serviços da cidade e região

Comentário(s) - 3

Morre Francine Tagliatella, moça que foi queimada pelo ex-namorado

Ela teve 90% do seu corpo queimado e estava internada no Hospital das Clínicas

01/05/2013 - 16:42

Araraquara.com - Da reportagem

Alterar o tamanho da letra A+A-

Arquivo PessoalApós 18 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas em São Paulo, a jovem Francine Vidal Tagliatella, aos 28 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, dia 1º de maio.

Ela foi queimada pelo seu ex-namorado, Rodrigo dos Santos Maranesi, 29, e estava em tratamento. Às 3h30 desta quarta, teve uma parada cardíaca e não resistiu. A data e o local do velório e do enterro ainda não foram definidos. 

O rapaz teria invadido a casa dela com um galão de combustível, a trancado em um quarto, feito ameaças com uma faca e ateado fogo na moça. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o hospital com o helicóptero Águia, da Polícia Militar. Desde então, Francine estava internada, em tratamento, sem nenhuma intercorrência.

Homenagem

Natural de São Paulo, ela morou durante muito anos em Araraquara e deixou familiares e amigos na cidade. No facebook, foi criada uma página chamada ‘Força, Fran’ para unir mensagens positivas e orações para a jovem. Pela rede social, era possível se informar sobre o tratamento de Francine, já que as visitas eram restritas aos pais dela.

Francine era corinthiana e seu amigo fez homenagem para ela com os jogadores e o técnico do Timão (Foto: Arquivo Pessoal)
Francine era corinthiana e seu amigo fez homenagem para ela com os jogadores e o técnico do Timão (Foto: Arquivo Pessoal)

Como Francine era uma grande torcedora do Corinthians, seu amigo Felipe Wakim resolveu fazer uma homenagem para a moça. Ele levou uma placa com os dizeres 'Força Fran, estamos juntos com você' para os jogadores do Timão segurarem e registrou o momento com uma fotografia. O técnico Tite também participou da homenagem.

Em seu perfil no Facebook, a irmã de Francine, Aline Vidal Taglietella, escreveu que tentará focar apenas nas coisas boas agora.

“Você está bem amparada, tem muito amor ao seu redor e estará em um lugar infinitamente melhor que todos nós. Descanse em paz minha irmã, fique feliz, porque você é muito amada, muito querida e tem muitos amigos orando por todos nós. Te amo mais que tudo, saudade será eterna”, escreveu Aline.

Rodrigo morreu há uma semana

O paulistano Rodrigo dos Santos Maranesi, que teria queimado Francine, morreu na quarta-feira passada, dia 24 de abril. Ele também teve seu corpo queimado e estava internado no Hospital de Tatuapé, em São Paulo.

O pai do rapaz, Renato Maranesi, 49, em entrevista exclusiva ao Portal Araraquara.com, afirmou que o filho ‘errou feio’, mas que era uma pessoa comum e não era agressivo. “Como toda pessoa, ele mudava quando ficava nervoso”, explicou.
 

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Google
  • Yahoo
  • Windows
  • Digg
Participe
Participe AraraquaraCurta nossa Fan PageSiga nosso Twitter

Edição Digital

Edição Online