Preços de passagens de avião 'decolam' com a Copa

Maior evento esportivo altera valores de transporte aéreo em todas as companhias


/

Deivide Leme/Tribuna Impressa
Bruno José Ópice de Mattos e o filho, Bruno José de Mattos, irão para a final da Copa, pela Azul

A realização da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 — de 12 de junho a 13 de julho — está fazendo o preço das passagens aéreas decolar por todo o País. Em Araraquara, há apenas uma companhia atuante, a Azul Linhas Aéreas, que também terá os preços das tarifas reajustados em até 400%.

Com a inauguração do Aeroporto Bartholomeu de Gusmão, em 12 de dezembro passado, houve ao mesmo tempo o início dos voos da Azul, que faz o trecho Araraquara-Campinas. De 12 a 31 de dezembro, o preço das passagens estava na promoção, por apenas R$ 59,90. Depois do período de lançamento do voo, a demanda cresceu e, com isso, as tarifas aumentaram, segundo a assessoria de imprensa da Azul. Já em junho e julho, as passagens chegam a até R$ 349,90 (só ida ou volta). A justificativa da empresa é, como o esperado, o fato de que em junho e julho, especificamente, o País sediará a Copa do Mundo.

De janeiro a julho, há uma variação de preços nas passagens, existem as promocionais, que são mais baratas, mas o cliente não pode alterar o horário ou o dia do voo sem pagar taxa extra por isso.
A taxa para cancelamento ou alteração de horário é de R$ 100. E a taxa pelo não comparecimento sem prévio aviso é de R$ 150.

Já na opção Flex +, o passageiro escolhe para ter maior flexibilidade na alteração de horários e dias dos voos. Assim, ao cancelar um voo, não comparecer para o embarque ou alterar a data e o horário do voo, ele não paga nada mais por isso. O engenheiro Bruno José Ópice de Mattos, 69 anos, e o filho, o psicólogo Bruno José de Mattos, 33 anos, embarcarão na Azul até Campinas para fazer a conexão com outro avião, com destino ao Rio de Janeiro, pois assistirão à final da Copa do Mundo.

“Me inscrevi no site da Fifa assim que foram liberadas as vendas dos ingressos e, dos mais de 2 milhões, eu fui um dos sorteados para efetuar a compra”, conta o engenheiro. Pai e filho ainda não retiraram o ingresso, o que pode ser feito até outubro, e também não foram atrás de passagem aérea. “Vamos de Azul até Campinas, independentemente do preço das passagens”, afirma.

Mãe e filha cancelam férias de julho
A artesã Eliane Credencio e a filha Luiza, de 4 anos, se mudaram para Açailândia, Maranhão, em 1º de agosto deste ano, em função do novo emprego de seu marido.

Então, as duas já tinham planejado passar as férias de julho em Araraquara para visitar a família, porém, desistiram ao ver o preço das passagens de avião. Segundo Eliane, a família pagou R$ 350 em dezembro deste ano, em julho está por R$ 1.350 mil. “Simplesmente inviável”, enfatiza a araraquarense. 


Comentário(s) - 3

Comentário

morador de df

Publicado: 07/01/2014

Estamos vivendo em um país de três analogias diferentes, a dos miseráveis , que são fomentados e sustentados pela podridão da política de interesse governamental , a dos empresários corruptos , que barganha vantagens com o governo em troca de favores, e por último a grande massa trabalhadora, que é a máquina que vai pagar as contas desenfreadas deste país. País doente e sem educação, viveremos sempre como uma nação subdesenvolvido .Lamentável......

Comentário

wilson

Publicado: 05/01/2014

FIFA, Cia Aéreas, Redes de Hotelaria e Fast Food, Industria artigos esportivos, Industria da Construção Civil e os corruptos ganharam, estão ganhando e vão ganhar uma fortuna com a Copa da FIFA que não colocou um centavo se quer no Brasil. Nós contribuintes que vamos deixar o nosso suor, sangue para pagar as contas. Parabéns Brasil...................

Comentário

Roberto

Publicado: 05/01/2014

Simplesmente hilária essa notícia. País subdesenvolvido sediando copa do mundo com estádios muito acima do valor real, feriado em dia de jogo da seleção brasileira e preços exorbitantes em ingressos, hospedagem e deslocamento , e o pior, ainda existindo demanda por essa roubalheira. Fossêmos um País com um povo atuante e com cidadãos críticos e essa copa seria um retumbante fracasso, um basta em coro único por mudanças sociais e de direcionamento governamental. Isso não ocorrendo, perder-se-á uma oportunidade ímpar, em detrimento de sermos torcedores. Torcedores não, mas sim marionetes coniventes.......


 


Saiba mais